top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlê Delara

Por que é tão difícil negociar commodities no mercado internacional?



Ué Alessandro, você não havia escrito um artigo, destacando que é fácil vender commodities? Sim, e reafirmo: é muito fácil vender commodities! Continue a leitura para compreender...


Devemos entender que commodities são produtos básicos da economia, utilizados para a produção de, praticamente, qualquer outro produto, seja ela energética, metálica, soft, exótica ou agrícola; só este motivo já suficiente para proporcionar total liquidez para sua comercialização. Pelo menos eu, até como produtor de soja, nunca ouvi falar de um caso sequer de alguém que não conseguiu vender sua produção. Você ouviu?


Então por que parece que o mercado de exportação é tão concentrado em pouquíssimas empresas? São milhares de LOI's circulando diariamente, com milhões de toneladas demandadas, principalmente aqui no LinkedIn, e os negócios continuam, efetivamente, sendo fechados pelas mesmas tradings de sempre, por que?


O primeiro ponto que devemos entender é: o que é preciso para exportar soja e milho?


1º RADAR - O radar SISCOMEX é o registro básico, necessário para qualquer empresa que deseje exportar ou importar. Ele é realizado diretamente no site Portal Único Siscomex (https://portalunico.siscomex.gov.br/portal/), pelo representante legal da empresa, utilizando seu e-CPF. São três a modalidades de registro: EXPRESSO, LIMITADO e ILIMITADO; para quem deseja exportar, o registro EXPRESSO já é suficiente. Qual é o custo para habilitação? ZERO REAIS


2º MAPA - O registro no Ministério da Agricultura. Em razão do Decreto AQSIQ/China nº 177/2016, em vigor desde 01/07/2016, todos os exportadores de grãos para aquele país deverão ser cadastrados, sendo que, para o caso específico dos exportadores de grãos de soja uma lista contendo o registro dos exportadores interessados deve ser elaborada por este Ministério, atualizada e permanentemente encaminhada às autoridades chinesas. Desse modo, o produtor e o armazenador, mesmo que não exportem de forma direta, e a comercial exportadora ou trading, devem estar devidamente registrados no CGC/MAPA para a devida liberação das partidas ou carregamentos de grãos destinados à China. O cadastro é realizado no sistema SIPEAGRO. Qual é o custo para habilitação? ZERO REAIS


3º AQSIQ/Certificado Bayer/Monsanto - O registro no AQSIQ, para os exportadores, também é obrigatório e esse aqui já é mais complicado, pois o cadastro é realizado diretamente na China e há cobrança de taxas. O recomendado é a contratação de uma assessoria para realizar esse registro. (Tem interesse? Nós fazemos o registro para você)


Outro ponto é: Como posso exportar?


Há duas maneiras: Exportação Direta - Onde a empresa faz sua própria exportação ou Exportação Indireta - Onde é contratado uma empresa intermediária para realizar essa operação - a Trading Company.


Uma TRADING COMPANY é uma empresa que desenvolve o papel de intermediário entre o exportador e importador. Na comercialização de commodities, em muitas vezes, é a trading que assume o risco de variação do BASIS e faz o gerenciamento dos riscos envolvidos, sendo eles o risco de MERCADO, LIQUIDEZ, CONTRAPARTE e OPERACIONAL


Outro fator é: Os negócios em commodities são realizados através do BASIS. Você pode ler sobre o papel do BASIS neste artigo que escrevi https://bit.ly/3hPhRGK


Mais um fator é o Replacement. Que é o custo de reposição do produto em determinado local. Considerando o replacement CFR China, o custo do frete internacional é determinante para a competitividade. E não há a menor condição dos valores do transporte por container ficarem competitivos em relação a valores de fretes bulk de afretadores de primeira classe


Agora vamos falar da produção agrícola. Qualquer pessoa, com 1 hectare já consegue produzir soja e milho, até mesmo se não tiver nenhum pedacinho de terra é possível produzir através de arrendamentos.


E nisso o Brasil vai muito bem, obrigado. Nossa produção é extremamente democrática, eficiente e com qualidade TOP 1 no mundo, e ainda temos um modelo de cooperativismo extremamente eficiente para ajudar os pequenos produtores do plantio à venda


Já conseguiram entender o porquê da concentração das exportações? Ainda não? Então vamos resumir o papel da TRADING COMPANY.


Além do gerenciar todo os riscos da comercialização, ela também "consolida" a soja/milho de vários produtores, para embarcar em 1 único navio, deixando o valor do replacement competitivo no destino. Ah, é não podemos esquecer, a trading possui todos os registros para a exportação, no Brasil e na China.


Continua achando que o mercado é concentrado? Pois não é. O que acontece é que quase todo o volume de exportação é realizado de maneira indireta, utilizando os serviços destas tradings, além disso há pouquíssimas empresas no mundo com capacidade de gerenciar todos estes riscos e com volumes para conseguirem preços competitivos na logística e entregar o produto dentro o preço de compra dos importadores.


De uma maneira bem simples, este é o cenário. "Boas" quantidades de commodities, com preços competitivos, somente com as grandes tradings!


O que você acha?

39 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page